LANGUAGE: EN | DE | PT | CN

Clima e energia

 

A gravidade e a urgência da crise climática têm ficado cada vez mais claras. A economia global precisa reduzir rapidamente as emissões de carbono – chegando à metade até 2030 e atingindo “zero líquido” até 2050. A RHI Magnesita está acelerando o plano de ação climático da empresa.

Governança climática e risco

Nossa estratégia climática e nosso progresso são revisados regularmente pela Diretoria e pela nossa liderança sênior. Concluímos uma avaliação aprofundada dos riscos climáticos para a nossa empresa. Tais riscos incluem riscos físicos (eventos climáticos extremos, interrupção das operações e da cadeia de suprimentos), bem como riscos de transição (regulatórios, tecnológicos, de mercado ou reputacionais, atuais e emergentes).
Concluímos a submissão do nosso primeiro documento sobre o clima ao CDP (antigo Carbon Disclosure Project), obtendo uma classificação C. Também estamos estudando como implementar as recomendações da Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima (TCFD).

 

Nossa meta e nosso progresso

Em 2019, revisamos nossa meta de redução de emissões e acabamos por aumentá-la para quase o dobro, incluindo as emissões do Escopo 3 de matérias-primas. Nosso compromisso agora é reduzir as emissões do Escopo 1, 2 e 3 (matérias-primas) em 15% até 2025, melhorando, ao mesmo tempo, a eficiência energética em 5%. Também estamos verificando como poderemos adotar uma meta com base científica para a redução de emissões de carbono da RHI Magnesita.

 

CO2 Emissions   Absolute Emissions (tonne of CO2)     Relative Emissions (t CO2 per tonne of product)  
 

2018
(base year)

2019 Change vs
2018
2018 2019 Change vs
2018
Scope 1 2,629,000 2,275,000 -354,000 0.85 0.81 -4,5%
Of which geogenic emissions 1,413,000 1,194,000 -219,000 0.46 0.43 -6.7%
Of which fuel-based emissions 1,165,000 1,051,000 -114,000 0.38 0.37 -0.4%
Scope 2 207,000 190,000 -17,000 0.07 0.07 1.3%
Scope 3 (raw materials) 2,536,000 2,157,000 -379,000 0.82 0.77 -6.1%
Total 5,372,000 4,622,000 -750,000 1.74 1.65 -5.0%

 

Nossa abordagem

Nossa estratégia climática se estende por nossa cadeia de valor e inclui os seguintes elementos:

  • Oferecer soluções inovadoras para reduzir as emissões dos clientes
  • Diminuir a pegada de carbono de nossas matérias-primas
  • Aumentar a eficiência energética em nossas operações e
  • Reduzir a intensidade de carbono de nossas fontes de energia.

Soluções inovadoras para o cliente

As indústrias de aço e cimento representam aproximadamente 80% de nossos clientes. Além disso, são grandes emissoras de carbono. Ajudar esses clientes a melhorar a eficiência energética na produção pode levar a uma redução de emissões associadas.

Nossas novas soluções completas de serviços incluem:

  •  Serviços de reciclagem que ajudam os clientes a otimizar a produção, aumentando a eficiência energética e de recursos
  • Trabalho com clientes para reduzir o consumo, estendendo a vida útil dos refratários
  •  Tecnologias de revestimento que melhoram o desempenho dos refratários e a eficiência energética nos processos de produção do cliente
  •  Soluções digitais, como a Otimização Automatizada de Processos (APO), que podem reduzir paradas com consumo intenso de energia e otimizar a produção
  • Auxílio aos clientes na digitalização do controle operacional para aumentar a produtividade e a economia de energia.

Redução de emissões de matérias-primas

As emissões geogênicas a partir de matérias-primas representam quase metade de nossas emissões diretas (Escopo 1 e 2). O dióxido de carbono (CO2) é liberado quando a magnesita bruta (MgCO3) é processada em óxido de magnésio (MgO), o que constitui a base de muitos produtos refratários.

Essas emissões resultantes dos processos representam outra grande área de concentração de investimentos em P&D, aumentando, particularmente, o conteúdo reciclado. Ao usar conteúdo reciclado, evitamos as emissões geogênicas de matérias-primas virgens. Estamos aumentando nosso uso de conteúdo reciclado e expandindo nossa capacidade global de reciclagem.

Temos pesquisado também as melhores maneiras de capturar e gerenciar as emissões resultantes dos processos.
Para desenvolver tecnologias inovadoras, trabalhamos com outras empresas, como a European Cement Research Academy (ECRA) e o consórcio K1-MET, que engloba fabricantes de aço, universidades, start-ups e plataformas de inovação aberta. Além disso, estamos estabelecendo parcerias de pesquisa com universidades e outras instituições, como aceleradoras, start-ups e plataformas de inovação aberta.

Uso de fontes de energia mais sustentáveis
Estamos avaliando nosso potencial para redução de emissões do Escopo 3 do consumo de eletricidade. Além disso, pretendemos aumentar a proporção de energias renováveis em nossa matriz energética por meio da geração e aquisição de energia on-site.
No momento, não conseguimos usar energias renováveis como nossa principal fonte de energia, dadas as altas temperaturas e quantidades exigidas pelo nosso negócio. Por esta razão, nossos locais de produção ainda dependem de combustíveis fósseis intensivos em carbono. A troca para fontes alternativas é uma transição altamente desafiadora que continuamos a explorar.
Sempre que possível, substituímos o coque de petróleo e o óleo pelo gás natural, o combustível fóssil mais limpo que existe. Em 2019, o gás representou 53% do combustível usado na nossa empresa.

Aumento da eficiência energética
Novas técnicas de produção estão nos permitindo melhorar a eficiência energética. Por exemplo, agora conseguimos secar pré-moldados em 2,5 horas, em comparação com os tradicionais cinco dias.
Além disso, com tijolos refratários temperados a 200 °C, alcançamos agora um desempenho que antes só era possível na através da queima com temperaturas superiores a 1.500 °C.
A expectativa é que as iniciativas de eficiência energética economizem até 61 GWh por ano, mais de 1% do nosso consumo de energia em 2019.

Energia

 

          2018                           2019

 

Uso de energia por fonte

Consumo (GWh)

Porcentagem do total

Consumo (GWh)

Porcentagem do total

mudança no consumo absoluto 2018

Gás natural

                  2.992

59,6%

                      2.766  

61,3%

-7,6%

Óleo combustível

                              995

19,8%

                          847  

18,8%

-14,9%

Diesel/gasolina

                                78

1,6%

                            73  

1,6%

-6,5%

Gás líquido

                                16

0,3%

                            23  

0,5%

46,0%

Carvão, coque, coque de petróleo

                              935

18,6%

                          806  

17,9%

-13,8%

Consumo total de energia

                           5.017

100,0%

                      4.515  

100,0%

-10,0%

             

Emissões de NOx e SOx

Nosso programa para reduzir as emissões de óxidos de nitrogênio (NOx) e óxidos de enxofre (SOx) está progredindo bem. Nossa meta é uma redução de 30% até 2027; já alcançamos esta meta em fábricas pré-existentes da China e com nossa nova fábrica de Chizhou a ser inaugurada em 2020. Alcançaremos o mesmo resultado em nossas unidades nos EUA até 2025, e depois na Europa e América do Sul.